Ode às famílias

Queridas famílias que eu já fotografei, esse texto de hoje é um agradecimento de todo meu coração a vocês.

Obrigada por permitirem que eu entrasse com minha câmera em suas rotinas. Em seus dias especiais. Em seus momentos únicos, que a fotografia teve esse papel de poder documentar para o momento futuro o que serão aquelas famosas “doces memórias”.

Obrigada por confiarem no meu trabalho. E, principalmente, por terem a certeza de que nunca foi apenas sobre fotos.

Tem coisas muito mais importantes. Tem vidas cruzadas. Tem histórias entrelaçadas. Tem choro, tem birra, tem choro de raiva, tem choro de amor, tem choro de alegria, tem risos e mais risos de coisas tão simples como as da Ana Flávia no seu primeiro aninho de vida se divertindo com um balão.

O que significa um balão pra um adulto? Eu sei que nada. Mas para a simplicidade de um bebê é algo mais que suficiente para que ele mostre genuinamente sua alegria.

E eu pude perceber essas pequenas e grandes coisas apenas porque vocês me permitiram estar com vocês nesses fragmentos da sua caminhada como família.

Como diz Michael J. Fox:

“Família não é uma coisa importante. Família é tudo.”

Encerro esse meu manifesto com o coração cheio de alegria por fazer do meu ofício algo que representa muito pra vocês.

MUITO OBRIGADA!

Com todo carinho que cabe no meu coração,

Ana Coelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *